domingo, 18 de setembro de 2005

Flohmarkt am Ebertplatz

Hoje, levantei-me cedo, preparei-me para o frio que já se começa a sentir por estes lados e fui (com verdadeiros peritos nestas coisas) a uma das feiras da ladra da cidade.
Esperava-me um pequeno pátio num bairro residencial, estava cheio e cheirava a comida caseira (uma banca logo à entrada da feira vendia comida com um aspecto delicioso - mais tarde disseram-me que era mesmo tudo caseiro: pessoas que em vez de venderem roupa ou discos antigos, vendiam comida feita por elas).
A pouco e pouco fui-me apercebendo que estava numa verdadeira feira da ladra, nada do que se vende ali é novo e os preços são simplesmente inacreditáveis (esqueçam a feira da ladra de Lisboa!).
Comecei por comprar um livro de Brecht (estou a começar as minhas leituras em alemão) custou-me 50 cêntimos :) , logo a seguir vi um espelho lindo para o meu novo quarto, 5 euros (foi a coisa mais cara que comprei!), depois de mais umas voltas encontrei "morte em Veneza" do Thomas Mann por € 1.50. Como não podia deixar de ser comprei uma mala e um colar (cada um, um euro - inacreditável) e acabei as minhas compras com uma camisola verde tropa que me custou € 3!
Depois das compras sentámo-nos numa esplanada, que fica num dos extremos do pátio, a beber um capuccino e a aproveitar o resto da manhã de sol.

1 comentário:

FredRap disse...

Se vires por ai nessa feira algum objecto metalico, muito velho, com muita ferrugem ou ambos os dois, não te esqueças de comprar para mim(tipo chave, caixa, ou qq outra coisa).