domingo, 2 de novembro de 2008

Benoit Aquin vencedor do Prix Pictet 2008

Untitled 09, Sanggen Dalai, Inner Mongolia, China © Benoit Aquin, courtesy Prix Pictet 2008
Daily life during the dusty weather season (January to May).

"O fotógrafo canadiano Benoit Aquin é o grande vencedor do Prix Pictet 2008, entregue ontem à noite em Paris pelo Prémio Nobel da Paz e antigo secretário-geral das Nações Unidas Kofi Annan. A série reconhecida chama-se The Chinese Dust Bowl e aborda a falta de água e a desertificação na China. O Prix Pictet é o único galardão mundial de fotografia centrado na sustentabilidade. A água foi o tema escolhido para a edição inaugural. A bolsa atribuída é de 50 mil libras (cerca de 60 mil euros).
Na China, Benoit Aquin, 45 anos, registou a maior conversão de terra produtiva em terra árida. Trezentos milhões de pessoas são afectadas pelas tempestades de pó na China provocadas pelos terrenos secos que se estendem por quilómetros. A série vencedora retrata os escassos recursos de água, a desertificação e os refugiados ambientais.
Mais de 200 fotógrafos, de 43 países, foram nomeados nesta primeira edição do Prix Pictet, no qual Jorge Molder, fotógrafo e director do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, participou como júri. Dezoito dos melhores fotógrafos mundiais foram escolhidos para a fase final.
O Prix Pictet, patrocionado pelo banco suíço Pictet & Cie e pelo jornal Financial Times, publicou recentemente o álbum L’eau (TeNeues), uma obra que reúne as melhores fotografias dos finalistas." (in Arte Photographica)

post mais antigo sobre o Prix Pictet no Arte Photographica

link para a Shortlist 2008 do Prix Pictet

3 comentários:

paperdoll disse...

vi esse post no arte photographica e não li... depois vim ao teu blog e li tudo! quando cheguei ao fim e vi de onde foi tirado o texto, é que percebi que tinha sido um bocadinho otária... :p

a. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dri disse...

ehehe... vale a pena dar uma vista de olhos na galeria dos finalistas :)